Sejam bem-vindos!

RELAXE, APROVEITE E DELEITE-SE NESTE BLOG.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Exercícios de termologia

1. Em uma escala termométrica arbitrária A, atribui-se 0°A temperatura de fusão do gelo e 120°A à temperatura de ebulição da água. Quando a temperatura for de 20°C, na escala A, ler-se-à:
a) 10°A b) 20°A c) 24°A d) 48°A e) 60°A

2. Um termômetro de gás de volume constante indica uma pressão de:
• 60 cmHg na mistura água-gelo em equilíbrio térmico;
• 82 cmHg no vapor da água em ebulição (sob pressão normal);
• 104 cmHg em óleo aquecido.
Qual é a temperatura do óleo na escala Celsius?
a) 22°C b) 44°C c) 164°C d) 186°C e) 200°C

3. Na TV coligadas, o locutor do Jornal Nacional afirmou certa noite: “A temperatura máxima em Criciúma atingiu 30°C”. Tal temperatura corresponde a:
a) 90°F b) 84°F c) 86°F d) 92°F

4. Uma temperatura na escala Fahrenheit é expressa por um número que é o triplo do correspondente na escala Celsius. Essa temperatura é:
a) 26,7°F b) 53,3°F c) 80,0°F d) 90,0°F e) n.d.a.

5. Dispõe-se de um termômetro calibrado numa escala arbitrária que adota – 10°X para a temperatura 10°C e 70°X para a temperatura 110°C. Com este termômetro, mediu-se a temperatura de uma cidade que registra, no momento, 77°F. Esta medida foi de:
a) 2°X b) 12°X c) 18°X d) 22°X e) 25°X

6. Mergulham-se dois termômetros na água: um graduado na escala Celsius e o outro na Fahrenheit. Espera-se o equilíbrio térmico e nota-se que a diferença entre as leituras nos dois termômetros é igual a 92. A temperatura da água valerá, portanto:
a) 20°C; 120°F b) 32°C; 124°F c) 60°C; 152°F
d) 75°C; 167°F e) n.d.a.

7. Um fio metálico tem 100 m de comprimento e coeficiente de dilatação linear igual a 17 • 10¯⁶°C¯¹. A variação de comprimento desse fio, quando a temperatura varia 10°C é de:
a) 17 mm b) 1,7 m c) 17 m
d) 17 • 10¯³ mm e) 17 • 10¯⁶ m

8. Um trilho de ferro sofre um acréscimo de comprimento de 1,2 cm quando sua temperatura se eleva de 10°C a 30°C. Sabendo-se que o coeficiente de dilatação linear do ferro é 12 • 10-⁶°C-¹, pode-se afirmar que o comprimento desse trilho a 10°C, em metros, é de:
a) 20 b) 30 c) 40 d) 50 e) 60

9. Uma linha férrea de 600 km de extensão tem sua temperatura variando de -15°C, no inverno, até 35°C, no verão. A variação de comprimento que os trilhos sofrem na sua extensão é da ordem de (coeficiente de dilatação linear do material de que é feito o trilho α = 10¯⁵°C):
a) 0,12 m b) 30 m c) 120 m d) 300 m e) 3000 m

10. O coeficiente médio de dilatação térmica linear do aço é 1,2 • 10¯⁵°C¯¹. Usando trilhos de aço de 8,0 m de comprimento, um engenheiro construiu uma ferrovia deixando um espaço de 0,50 cm entre os trilhos, quando a temperatura era de 28°C. num dia de sol forte os trilhos soltaram-se dos dormentes. Qual dos valores abaixo corresponde à mínima temperatura que deve ter sido atingida pelos trilhos?
a) 100°C b) 60°C c) 80°C d) 50°C e) 90°C

11. Uma placa metálica tem um orifício circular de 50,0 mm de diâmetro a 15°C. A que temperatura deve ser aquecida a placa para que se possa ajustar no orifício um cilindro de 50,3 mm de diâmetro? O coeficiente de dilatação linear do metal é 0,0000119°C¯¹.
a) Θ = 520 K b) Θ = 300°C c) Θ = 300 K
d) Θ = 520°C e) Θ = 200°C

12. Uma chapa plana de uma liga metálica de coeficiente de dilatação linear 2 • 10¯⁵°C¯¹ tem área A0 à temperatura de 20°C. Para que a área dessa placa aumente 1%, devemos elevar a sua temperatura para:
a) 520°C b) 470°C c) 320°C d) 270°C e) 170°C

13. As tampas metálicas dos recipientes de vidro são mais facilmente removidas quando o conjunto é imerso em água quente. Tal fato ocorre porque:
a) a água quente lubrifica as superfícies em contato, reduzindo o atrito entre elas.
b) a água quente amolece o vidro, permitindo que a tampa se solte.
c) a água quente amolece o metal, permitindo que a tampa se solte.
d) o metal dilata-se mais que o vidro, quando ambos são sujeitos à mesma variação de temperatura.
e) o vidro dilata-se mais que o metal, quando ambos são sujeitos à mesma variação de temperatura.

14. Suponha um recipiente com capacidade de 1,0 litro cheio com um líquido que tem o coeficiente de dilatação volumétrica duas vezes maior que o coeficiente do material do recipiente. Qual a quantidade de líquido que transbordará quando o conjunto sofrer uma variação de temperatura de 30°C? Dado: coeficiente de dilatação volumétrica do líquido = 2 • 10¯⁵°C¯¹.
a) 0,01 cm³ b) 0,09 cm³ c) 0,30 cm³
d) 0,60 cm³ e) 1,00 cm³

Gabarito

1 - C
2 - E
3 - C
4 - C
5 - A
6 - D
7 - A
8 - D
9 - D
10 - C
11 - D
12 - D
13 - D
14 - C

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário